CDU diz que é urgente uma nova política de habitação social na Região

Na iniciativa da candidatura da CDU à Assembleia da República, realizada hoje no Bairro de São Gonçalo, a cabeça de lista, Herlanda Amado, afirmou: “Na Região Autónoma da Madeira, quer o Governo Regional, quer as Autarquias, demitem-se das suas obrigações, quanto à habitação social. Houve uma quebra profunda nos financiamentos públicos para a promoção habitacional tendo vindo aumentar o número de famílias em lista de espera".

"É urgente uma nova política de habitação social na Região, e o facto de não existir um Plano Regional, revela bem a falta de estratégia do Governo, para resolução deste grave problema social.

A Região precisa de uma nova política de habitação, com objectivos e metas definidas, com um relançar de investimento público na construção de mais habitação social", acrescentou.

Saiba mais, na edição impressa do JM.