Paulo Cafôfo defende devolução de 50% do IVA às IPSS, mais lares de idosos e mais apoio domiciliário

O candidato do Partido Socialista-Madeira a presidente do Governo Regional visitou, esta tarde, a Santa Casa da Misericórdia da Calheta, ocasião na qual abordou as políticas sociais e algumas medidas que defende nesta área.

Paulo Cafôfo começou por considerar que falar de políticas sociais é falar em investimento nas pessoas, adiantando que o bem estar e a qualidade de vida são "pilares essenciais numa sociedade que se quer justa e solidária», principalmente com os idosos, que «durante toda uma vida deram o seu contributo e é nesta fase que mais precisam de quem lhes dê a mão".

Por essa razão, afirmou que instituições como esta "necessitam do nosso apoio" e que o trabalho em rede é essencial.

"É por isso que eu defendo que estas instituições, além do apoio que já é dado, devem ter, no que diz respeito ao investimento e às obras que efetuam, a devolução de pelo menos 50% do IVA", adiantou o candidato socialista, frisando que se trata de Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) e que "não podem ser tratadas como outras entidades privadas, porque têm uma função social e uma função pública".

Além deste apoio, Paulo Cafôfo considerou que é essencial aumentar a rede de residências assistidas, de lares, face ao envelhecimento da população.