Paulo Cafôfo propõe incentivos para captar rotas diretas e aumento das verbas para a promoção do destino Madeira

O candidato do Partido Socialista-Madeira a presidente do Governo Regional visitou, esta manhã, a agência de viagens "Travel One", empresa com reconhecidos créditos e que é uma das principais representantes dos operadores turísticos da Alemanha.

Paulo Cafôfo aproveitou a ocasião para abordar a temática do turismo e apresentar algumas propostas para o setor. Referindo que "temos estado simplesmente a gerir o turismo como uma gestão de condomínio", e que "quando a conjuntura está boa todos nós batemos palmas, e, quando não está, lamentamos", o candidato considerou que o Governo Regional tem de ter um papel proativo nesta matéria.

Depois de apontar questões como o "Brexit" e os problemas do mercado alemão, com a falência de companhias aéreas e o desvio de outras para outros destinos por razões operacionais, Paulo Cafôfo defendeu a existência de incentivos para que haja companhias com rotas diretas dos principais destinos dos mercados emissores de turismo para a Região. "Temos de criar esses incentivos, com a participação do Governo Regional e do Turismo de Portugal, para que não percamos mercado", referiu, acrescentando que o mercado alemão, neste caso em particular, "está a sofrer quebras drásticas" e que "nós temos de recuperar".

"Nós temos de ser proativos. Aqui há uma necessidade latente, premente, de criar incentivos para que existam rotas diretas desde onde se capta os turistas até ao destino final, aqui o destino Madeira", sustentou o cabeça de lista do PS-M às eleições legislativas regionais de 22 de setembro, adiantando que esta é uma das propostas do programa de governo socialista.

Paulo Cafôfo defende também um aumento das verbas para a promoção do destino Madeira, bem como a requalificação do nosso produto turístico.