PNR defende apoio de 3 mil euros para os primeiros três anos de vida das crianças

O PNR Madeira remete às redações um comunicado no qual começa por salientar o decréscimo contínuo da natalidade que tem sido registado há largos anos na Região e em território nacional.

“É prudente manter os níveis populacionais com relativa estabilidade com o propósito de mantermos um mercado de trabalho activo e sustentável”, lê-se na mesma nota.

“Como tal, 0 PNR defende um apoio monetário de 3000 euros por nascimento/criança distribuídos nos primeiros 3 anos de vida”, refere.

Acrescenta o partido que o “dinheiro para esta aplicação seria garantido pela redução dos deputados na assembleia madeirense e eliminação dos subsídios partidários designado jackpot”.

“Pensamos que é uma forma justa de apoiar, que dá fruto, ao invés de proteger quem representa um gasto desnecessário para os contribuintes madeirenses”, conclui.