Sindicato chega a acordo com a HF e cancela greve prevista para o final deste mês

Susy Lobato

O Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários e Atividades Metalúrgicas da Região Autónoma da Madeira (STRAMM) chegou hoje a acordo com a empresa Horários do Funchal (HF), após um processo de negociação salarial.

Agradados com a proposta apresentada pela administração, o Sindicato decidiu cancelar o pré-aviso de greve que estava prevista acontecer entre os dias 25 e 30 de julho.

Ao JM, Lino Gonçalves explica que o objetivo dos motoristas era atingir o vencimento base de mil euros na categoria D, uma diferença que até agora se fixava nos 195 euros. Na sequência dessa reivindicação, a empresa Horários do Funchal propôs que esse diferencial fosse diluído pelas diversas classes. A proposta foi então aprovada esta tarde pela grande maioria dos motoristas presentes em plenário, com 153 votos a favor num total de 203 participações.

“Achamos que esta é uma proposta menos discriminatória para os trabalhadores”, defende Lino Gonçalves, explicando que no caso dos motoristas de categoria D haverá um aumento médio de 70 euros mensais, já este ano. Valores que se vão somar aos 804,46 euros auferidos até agora.

De acordo com o presidente do STRAMM, a atualização do vencimento base será feita no final deste mês, com os retroativos desde janeiro.

Depois desta negociação, o Sindicato está já a tratar de cancelar a greve que estava prevista para o final deste mês. “Uma vez que chegamos a acordo, não tem qualquer cabimento mantermos o pré-aviso de greve”, concluiu.