CMF investe 388 mil euros na substituição de redes de água com 50 anos no Caminho da Casa Branca

A Câmara Municipal do Funchal deu início, esta semana, à empreitada de renovação da rede de abastecimento de água potável em fibrocimento no Caminho da Casa Branca, na freguesia de São Martinho, uma intervenção que terá uma duração total de 6 meses

Com uma extensão de cerca de 1 quilómetro, o investimento ascende a 388 mil euros, e prevê, igualmente, a instalação de 3 novos hidrantes para a rede de incêndio e a otimização de 380 ligações domiciliárias.

A intervenção tem como objetivo substituir condutas obsoletas e com mais de 50 anos, que representam um grande foco de roturas, por um sistema eficaz de distribuição de água, diminuindo de forma significativa as perdas de água tratada no Funchal. Paralelamente, a empreitada permite continuar a eliminar as antigas redes de água em fibrocimento que existiam no concelho, que não são recomendáveis em termos de saúde pública.

A Câmara Municipal do Funchal recorda que, no decurso da intervenção, a circulação rodoviária nos arruamentos envolventes será alterada temporariamente de forma a minimizar os constrangimentos rodoviários previstos, pelo que os condutores deverão ter em atenção as diversas fases da obra.

Na Fase 1, que terá a duração de aproximadamente dois meses, será interrompida a Rua da Casa Branca, entre a Ladeira da Casa Branca e a rotunda da Rua Dr. Pita, sendo condicionada a circulação no sentido oeste-este da Rua João Paulo II, entre a Rua Fundação Zino e a Rua da Casa Branca, com exceção ao acesso a moradores, hotel e obra. As viaturas que circulam no sentido oeste-este da Rua João Paulo II serão encaminhadas para a Rua Fundação Zino.

Devido aos constrangimentos previstos na Rua da Casa Branca e Rua João Paulo II, a Autarquia recomenda que os condutores evitem circular sempre que possível nestes arruamentos, utilizando como percursos alternativos a Rua Dr. Pita, Estrada Monumental e Via Rápida 1, agradecendo a melhor compreensão de todos e a habitual colaboração no cumprimento da sinalização temporária existente no local e das instruções policiais no local.