“Assumimos as nossas responsabilidades, ao contrário de um certo candidato”, Miguel Albuquerque

David Spranger

Presidente do PSD/M exalta “transparência” da legislatura e regista assunção de responsabilidades, “ao contrário de um certo candidato, que anda aí…”

Miguel Albuquerque, presidente do PSD/M, marcou presença, ao início da tarde desta quinta-feira, no encerramento das jornadas parlamentares do partido, que decorrerem no auditório da Junta de Freguesia de Santo António.

Na ocasião, relevou o trabalho feito, não se poupando nos elogios aos seus deputados na ALRAM. “Este foi, na verdade, um grupo parlamentar excecional. Pelo trabalho, pela dedicação, pela determinação e pela forma como defendeu, exaustivamente, a nossa causa”, conforme referiu.

Miguel Albuquerque exaltou que “a nossa causa é muito clara: a Madeira, a social democracia e a Autonomia”. E, “este grupo parlamentar nunca se furtou ao embate democrático, num regime como o nosso que é, eminentemente, parlamentar”. Considerou que “o parlamento foi respeitado e foi, de facto, uma fase visível das políticas que nós perseguimos. Uma fase visível que foi de absoluta transparência, onde a defesa das nossas políticas foi feita num quadro de pluralidade e de combate político”.

“Nunca tivemos, o Governo, medo de ir ao parlamento, nunca tivemos medo de assumir as nossas responsabilidades e defender aquilo em que acreditávamos”, prosseguiu, passando depois ao ataque: “ao contrário de um certo candidato, que anda aí, que se furtou a ir ao parlamento e não assume as responsabilidades por coisa nenhuma”.