PSD mantém críticas relativamente à TAP apesar de recuo na tarifa do desporto

Daniel Faria

O PSD-Madeira mostrou satisfação pela TAP ter recuado na questão da tarifa do desporto, mantendo a mesma, mas mantém as críticas à companhia aérea, denunciando a sua gestão que entende ser “inaceitável”.

“Ainda que o PSD/Madeira se regozije pelo facto da TAP ter recuado na proposta absurda é totalmente inaceitável que havia apresentado para as tarifas destinadas ao desporto – na base de um modelo que iria prejudicar, gravemente, os desportistas madeirenses – não deixa de ser grave esta atitude compulsiva e permanentemente prejudicial para com a Madeira e o Porto Santo”, começa por referir o partido em nota enviada à redação.

O partido refere ainda uma “encenação”, em que a TAP fez o “dito por não dito”.

“Lamenta-se, aliás, que, perante aquilo que tem sido um ataque permanente aos interesses da Região – que tem vindo a ser progressivamente afetada não só pelos preços praticados por esta companhia como pela falta de sensibilidade para o que, supostamente, deveria ser considerada a continuidade territorial dentro do próprio país – o Governo da República se mantenha em silêncio, numa atitude alheada e irresponsável que se repudia e que deixa clara a preocupação do Partido Socialista para com a defesa dos nossos interesses”, remata o partido na nota enviada à redação.