Helicóptero para combater incêndios já está na Madeira

O Plano de Combate a Incêndios Florestais (POCIF) teve início no passado sábado, dia 15 de junho, mas só hoje é que o helicóptero de ataque inicial (HEATI) chegou à Madeira.

Tudo, porque o concurso lançado pelo Ministério da Defesa Nacional (MDN) acabou por sofrer atrasos devido ao necessário visto do Tribunal de Contas (TdC).

Refira-se que apesar do concurso ser lançado pelo Estado, as despesas da utilização do meio aéreo são da responsabilidade do Executivo madeirenses. O helicóptero vai custar 600 mil euros, além do investimento de 500 mil euros em recursos humanos dos novos e anteriores operacionais da equipa helitransportada dos bombeiros.

O HEATI, que opera em território madeirense pelo segundo ano consecutivo, foi transportado por via marítima e chegou esta manhã à Madeira, tal como se pode confirmar nas imagens que ilustram este artigo.