CDU defende erradicação dos “ácaros da Região”

Edgar Silva, dirigente regional da CDU, disse hoje que, “ao contrário das outras espécies endémicas que devem ser protegidas”, os “ácaros da Região precisam de ser erradicados”, pois “necessitam de eliminação pelo mal que provocam”.

Na iniciativa que teve lugar no antigo edifício do matadouro do Funchal, Edgar Silva explicou que estes ácaros correspondem a “uma espécie muito especial destas ilhas do Atlântico”.

“Tal como existe o murganho da Madeira, tal como existe o pombo torcaz, os ácaros da Região", acrescentou, “são uma espécie endémica na forma como desprezam os bens públicos, no esbanjamento de dinheiros públicos, na forma como enganam as populações com as falsas promessas e na forma como ocupam os lugares de governo”.

A CDU escolheu, conforme explica em comunicado, o “antigo edifício do matadouro do Funchal como lugar para a apresentação desta nova iniciativa política porque se trata de um, entre muitos outros casos, que exemplificam não só as inúmeras falsas promessas, como o desprezo pelos bens públicos por parte dos governantes”.