Emanuel Câmara suspende mandato na Câmara do Porto Moniz por causa da campanha

Miguel Silva

A notícia é avançada esta tarde pela RDP-Madeira.

Depois do anúncio da saída de Paulo Cafôfo da presidência da Câmara do Funchal, a confirmar-se amanhã, agora é a vez de Emanuel Câmara. O presidente da autarquia do Porto Moniz e líder do PS é dado como número dois nas regionais de 22 de Setembro e vai suspender o mandato.

A notícia foi avançada esta tarde pela RDP-Madeira, que apresenta o quadro legal que obriga os presidentes de Câmara a suspenderem ou a renunciarem aos respetivos mandatos autárquicos em caso de entrarem na corrida à Assembleia Legislativa regional.

Ouvida pela rádio pública, o presidente do Porto Moniz garante que não vai renunciar mas admite que vai tomar uma posição pública quando considerar oportuna. Essa posição, aparentemente, apenas pode ser a de suspensão de mandato pelo menos a partir de 13 de agosto, data limite para apresentação das listas.