MPT acusa Câmara do Funchal de “desnorte total”

O MPT acusou, em comunicado, a Câmara Municipal do Funchal, de “desnorte total”.

Em causa está a repavimentação à pressa após iniciativas de protesto do MPT Madeira. O MPT apela à CMF que não resolva o problema da degradação das estradas da cidade, criando outros problemas, com remendos à pressa, de má qualidade e de curta durabilidade.

“Este executivo camarário está a apostar tudo na campanha eleitoral para as Europeias, onde o senhor Presidente da Câmara, Paulo Cafôfo, ofusca totalmente a candidata do PS a estas próximas eleições, com o propósito de se autopromover, tendo em vista as Eleições Regionais de Setembro, esquecendo que foram eleitos para governar a cidade, que se diga uma cidade nunca antes tão degradada e deixada ao abandono”.

Na nota, o MPT pede aos eleitos “que retomem os seus lugares, pois a cidade não pode continuar esquecida por aqueles a quem o povo confiou o seu voto”.