“Cacifos Solidários” serão instalados até segunda-feira

Os cacifos que serão atribuídos às pessoas em situação sem-abrigo serão instalados até à próxima segunda-feira, no Campo da Barca.

O anúncio foi feito, esta manhã, pelo presidente da Câmara Municipal do Funchal (CMF), no âmbito da conferência “Estar Sem Abrigo”, que teve como objetivo divulgar o projeto “Cacifos Solidários”, uma parceria entre a autarquia e a Associação Conversa Amiga (ACA).

No total, serão instalados doze cacifos que serão «espaços onde as pessoas poderão guardar os seus bens em segurança», afirmou Paulo Cafôfo, sublinhando que «um cacifo é muito mais que um armazém porque cada um deles terá uma pessoa sem-abrigo e uma referenciação».

«É uma forma de termos um contacto com estas pessoas e, através desse contacto, fazer um trabalho que implica estabelecer uma relação de confiança, para depois se criar um projeto de vida para os mesmos», disse o autarca.

E acrescentou: «Isto é um trabalho inicial que está a ser feito. O objetivo é, claramente, retirar as pessoas da rua».

Além disso, haverá também dois técnicos especializados. «Estamos a falar de psicólogos que vão fazer um acompanhamento, que depois será complementado com voluntários», frisou. Estes voluntários terão formação certificada, pela ACA, «porque é preciso ter vontade de ajudar, mas também é preciso saber ajudar», sendo este o trabalho que irá ser feito.

Relativamente ao acordo entre a CMF e a ACA, Paulo Cafôfo salientou que é a conjugação de um trabalho em rede que marca a diferença quando se trata de «ajudar com dignidade» as pessoas que neste momento, estão a viver na rua.

Carolina Hermano