Sindicato diz que condutor do autocarro estaria a “trabalhar há 13 horas”

Manuel Oliveira, coordenador do Sindicato Nacional dos Motoristas, em palavras proferidas à SIC neste domingo, denunciou que o motorista que esteve envolvido no despiste da passada quarta-feira, no caniço, estaria a trabalhar há 13 horas por ocasião do acidente.

“Informaram-nos que provavelmente deveria ter largado o serviço às 22h00 [de terça-feira] e que teria pegado num novo serviço às 05h00/05h30 da manhã [de quarta-feira, dia do acidente]. Portanto, quer dizer que se esta informação for devidamente validada obviamente que este trabalhador tinha uma carga horária para além daquilo que é permitido legalmente”, conforme denunciou Manuel Oliveira.

José Sousa, recorde-se, continua internado no Hospital Dr. Nélio Mendonça.