PTP protesta pelos preços das viagens para a Madeira na Páscoa

A deputada do PTP-M na Assembleia Regional promoveu, hoje, uma iniciativa política, junto à Secretaria do Turismo, na qual manifestou a sua indignação e denunciou os "preços escandalosos" que estão a ser praticados pelas companhias aéreas nas ligações entre a Madeira e o continente português, no mês de Abril.

As viagens para a Madeira, na Páscoa, têm custos na ordem dos €600/€700, quando habitualmente rondam os 100€/200€ euros.

O PTP alerta para os impactos desastrosos para o turismo do subsídio de mobilidade e refere que "é mais caro vir à Madeira na Páscoa do que ir viajar para Ásia ou para a América, que são voos de longo curso".

"Dificilmente os turistas vão optar pelo destino Madeira, quando se praticam estes preços, há um lado perverso do subsídio de mobilidade que não podemos ignorar", disse Raquel Coelho.

"O subsidio de mobilidade foi uma grande conquista para os madeirenses e porto-santenses, apesar das suas limitações" afirmou a deputada trabalhista, lembrando a necessidade do Governo da República aperfeiçoar o modelo, de forma a que os residentes não sejam obrigados a adiantar o valor dos bilhetes, apenas pagando os 86 euros.