Confira as novidades do Aleste 2019, apresentado hoje na Câmara Municipal do Funchal

A Câmara Municipal do Funchal e a organização do Festival Aleste assinaram hoje o protocolo com vista à organização do Aleste 2019, um evento que trará três de música alternativa à Região e que a autarquia apoiou em 11 mil euros.

O festival arranca no dia 24 de maio, com um roteiro pelas tascas de poncha mais emblemáticas do Funchal. A procissão, batizada pela organização de ‘Puxa Poncha’, culminará no Largo do Socorro, no Barreirinha Bar Café, ao som da música do Conjunto Corona.

Sábado é o dia mais aguardado, com a tradicional festa junto ao mar, no Complexo Balnear da Barreirinha. O guitarrista Norberto Lobo antecipa a chegada ao Funchal, em nove dias, para terminar o novo álbum que será apresentado em primeira mão nesta ocasião. Atua também Selma Uamusse que expõe um álbum “muito aguardado pela crítica”, sublinha a organização, através de Diogo Freitas. Ao ritmo da música, guiará uma viagem por Moçambique e pelos clubes europeus. Por fim, cabe a Lena D’Água dar o tempero final a esta noite deste festival que celebra o 5.º aniversário.

Domingo é dia de relaxar no interior de um jacuzzi e com uma vista sobre o Funchal, no Castanheiro Boutique Hotel. Kelman Duran é um dos nomes que encerram estes três dias de arraial.

Na cerimónia de assinatura do protocolo, o presidente da Câmara Municipal do Funchal, Paulo Cafôfo, disse acreditar que o Funchal tem capacidade para acolher eventos diferenciadores, sendo esse o caso do Aleste, um festival caracterizado por trazer bandas e grupos musicais desconhecidos do grande público, mas que acabam por ter projeção.
“Conan Osíris, que hoje é conhecido por toda a gente, esteve cá no ano passado no Funchal”, recordou Paulo Cafôfo.

Os ingressos têm o custo de 20 euros e são válidos para os três dias, 24, 25 e 26 de maio. Podem ser adquiridos no Complexo Balnear da Barreirinha e na Fnac.