'Padre Manuel Álvares' volta a vencer Concurso de Curtas do 'IncluEuropa' (com fotos dos vencedores nas duas categorias)

Sofia Lacerda

‘EU27 - The New Dawn’ (em português, ‘O Novo Amanhecer’) é o nome da curta-metragem vencedora do 'Concurso de Curtas-Metragens' da terceira edição do 'IncluEuropa', apresentada pela Escola Padre Manuel Álvares.

A escola da Ribeira Brava volta a vencer na mesma categoria na qual se tinha destacado na anterior edição, e junta-se assim à Escola Básica e Secundária de Machico, vencedora das ‘Olimpíadas da Europa’, numa viagem a Bruxelas e ao Parlamento Europeu.

O nome da instituição vencedora foi anunciado esta tarde, na cerimónia de encerramento desta edição, que decorreu no auditório da reitoria da Universidade da Madeira, no Colégio dos Jesuítas.

À semelhança das outras duas edições, a sessão incluiu a exibição das curtas-metragens a concurso, de 11 instituições escolares, a saber: Conservatório - Escola Profissional de Artes da Madeira, Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclo do Caniço, Escola Básica e Secundária do Carmo, Escola Básica e Secundária Dr. Ângelo Augusto da Silva, Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos do Estreito de Câmara de Lobos, Escola Dr. Horácio Bento Gouveia, Escola Básica e Secundária de Machico, Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos Dr. Eduardo Brazão de Castro, Escola Básica e Secundária da Calheta, Escola Básica e Secundária da Ponta do Sol e Escola Básica e Secundária Padre Manuel Álvares.

Depois da apresentação de todas as ‘curtas’, realizadas sob o tema 'Que futuro para a Europa', foi anunciado o vencedor desta categoria do ‘IncluEuropa’, desta feita, a Escola Padre Manuel Álvares.