Governo concede tolerância de ponto na terça-feira de Carnaval e no dia seguinte

Sofia Lacerda

O Governo Regional decidiu conceder tolerância de ponto na terça-feira de Carnaval, em todos os serviços, institutos públicos e empresas públicas sob a tutela do Executivo.

Mais decidiu que haverá, igualmente, tolerância de ponto na parte da manhã da quarta-feira seguinte.

Esta foi uma das deliberações da reunião desta tarde do Conselho de Governo, anunciadas pelo vice-presidente Pedro Calado.
Outra resolução passa por “criar o Dia Regional dos Cordofones Tradicionais Madeirenses, com vista a promover uma maior consciencialização da população em geral sobre a importância de preservação e divulgação dos cordofones tradicionais madeirenses”.
A data escolhida foi o dia 4 de fevereiro, que coincide com o lançamento do livro ‘Tocares e Cantares da Ilha: estudo do folclore da Madeira’ (1937), do jornalista e etnógrafo madeirenses Carlos Santos, em que foi defendido, de forma sistemática e aprofundada, que os três instrumentos originários e tradicionais da Madeira eram o braguinha, o rajão e a viola de arame.
Por outro lado, o Executivo madeirense autorizou a celebração de contratos-programa com 39 casas do povo da Região Autónoma da Madeira, atribuindo para o efeito um apoio financeiro até ao montante máximo de 464.039,57€ (quatrocentos e sessenta e quatro mil e trinta e nove euros e cinquenta e sete cêntimos), tendo em vista assegurar parte do seu funcionamento no ano de 2019.
O montante total que resulta dos contratos-programa com as 39 casas do povo da Região Autónoma da Madeira e as duas associações: ACAPORAMA e ADRAMA, é de 481.368,03€.
Decidiu também autorizar a celebração de 14 protocolos de desenvolvimento e cooperação, no âmbito da promoção e animação turísticas, numa comparticipação financeira que não excederá os 310.557,5€.
Os acordos foram firmados, respetivamente, com a Associação ANIMAD, com a Escola de Samba Caneca Furada, com a Associação Musical, Cultural e Recreativa e Coro de Câmara de Câmara de Lobos, com João dos Santos Encarnação Mendes, com a Associação Fura Samba, com Os Cariocas - Associação Cultural e Recreativa, Escola de Samba, com a Tramas e Enredos – Associação, com a Associação Cultural Império da Ilha, com a Associação de Animação Geringonça, com João Egídio Rodrigues, com João Sílvio Rodrigues Ferreira, com Dina Maria Santos Teixeira Trindade, com Francis Cardoso e com Marisa Alves Fernandes.
“Uma medida que considerou a importância do cartaz turístico das Festas de Carnaval da Madeira e o seu contributo para a progressiva afirmação do nosso destino”.