2600 voluntários na Região terão mais benefícios

Carla Ribeiro

O novo regime de voluntariado, a ser discutido amanhã, no parlamento regional, vai trazer novos benefícios aos 2600 voluntários da Região.

O diploma do Governo Regional vai apresentar benefícios em regulamentação como a isenção de taxas moderadoras e o acesso livre a museus da tutela governamental.

Esta informação foi transmitida há minutos aos jornalistas por Josefina Carreira, depois de um encontro que o grupo parlamentar do PSD-M manteve com o Movimento Presença Amiga, representativo do grupo de voluntários do hospital dr. Nélio Mendonça e do hospital dr. João de Almada.

A deputada social-democrata considera que este diploma reconhece o trabalho dos voluntários e até poderá atrair um maior número de pessoas que estejam empenhadas em dar apoio, uma palavra amiga aos doentes.

Recorde-se que, na edição impressa do JM de hoje, damos conta do que irá mudar com o novo decretolegislativo regional que vai definir o regime jurídico de apoio ao voluntariado na Região.

Serão criadas medidas que, por exemplo, abrangem ainda um crédito de horas, no máximo oito por mês, para os responsáveis dessas associações e por delegação.