Albuquerque: Governo quer reforçar número de nutricionistas nos vários serviços públicos

Susy Lobato

É um compromisso do Governo Regional e ao mesmo tempo um desafio para o futuro. Miguel Albuquerque reconheceu, esta manhã, a necessidade de reforçar o número de nutricionistas nos vários serviços públicos.

Neste momento, referiu, existem 31 profissionais nos serviços de saúde da Região, enquanto que na área da educação existem quatro nutricionistas e um no serviço de segurança social. Ainda no setor público, referiu que o município de Câmara de Lobos também conta um nutricionista ao dispor da população.
O presidente do Governo, que falava há instantes na sessão de abertura das Jornadas de Nutrição, sublinhou a aposta que tem vindo a ser feita nos cuidados de saúde primários, na qual se enquadra a nutrição. "Somos aquilo que comemos", defendeu, lembrando que uma alimentação saudável previne uma série de doenças.
Numa altura em que a esperança média de vida tem vindo a aumentar consideravelmente, o papel dos nutricionistas torna-se cada vez mais importante, mencionou ainda, acrescentando que neste momento um dos grandes desafios é gerir o sucesso de toda uma evolução extraordinária que nos permite viver mais.
Recorde -se que, numa entrevista ao JM, o nutricionista Bruno Sousa, um dos promotores desta iniciativa, já havia sublinhado que a Madeira precisa de mais nutricionistas nas escolas.
Já a Bastonária da Ordem dos Nutricionistas, que também marca presença neste evento, alertou o secretário Pedro Ramos e o presidente Miguel Albuquerque para a necessidade de abrir concursos para estágios de especialidade, para que mais nutricionistas possam ingressar os quadros do SESARAM.