Tranquada Gomes pede à República que "não prejudique" registo internacional de navios da Madeira

Considerando a Agricultura e o Mar como “setores estratégicos para o desenvolvimento” na Madeira, Tranquada Gomes aproveita uma audiência com a delegação da Comissão de Agricultura e Mar da Assembleia da República que se encontra no Funchal para salientar que existe uma preocupação recorrente com o registo internacional de navios.

“Temos neste momento talvez o terceiro maior registo da Europa de navios, agora é uma questão de ‘não atrapalhar’", referiu o presidente da Assembleia Legislativa da Madeira, considerando que “é necessário que o registo convencional do Estado português tenha futuro, mas que não prejudique o registo internacional de navios da Madeira, que deu muito trabalho, mas que agora está naquele ponto de evolução que, se tudo se conjugar como pensamos que irá acontecer, teremos um registo de referência a nível internacional”.

Nesta que é a sexta visita de uma comissão da Assembleia da República à Madeira durante esta legislatura, Tranquada Gomes refere que “é bom que aconteçam estas visitas ao território da Região Autónoma da Madeira”, pois o diálogo “sempre será benéfico” para ambas as partes, sendo um sinal de que a Assembleia da República se preocupa com as dificuldades e constrangimentos regionais.