“Parece uma conversa de loucos”, deixa escapar Fernando Pinto

David Spranger

“Parece que estamos a ter uma conversa de loucos”, já deixou escapar Fernando Pinto, sintetizando um pouco aquilo que vai sendo a sua audição, esta tarde, na comissão da ALRAM.

Ou seja, de um lado os deputados vão pressionado para tentarem perceber as razões das altas tarifas, do outro o ex-CEO da TAP, vai explicando que, “infelizmente, é assim em todo o mundo. É assim que funciona em todo mundo”.

A expressão ‘conversa de loucos’ será também aplicada à questão em torno das tarifas médias, que Fernando Pinto assegura que desceram, enquanto os deputados referem que isso será irrelevante, porque “os madeirenses continuam a pagar preços elevados”.