Obras da ARM para melhorar regadio taxadas em 100 mil euros pela CMF

Agostinho Silva

A Câmara Municipal do Funchal é o único município da Região a não aplicar a habitual isenção de taxas sobre os investimentos que o Governo Regional, através da Águas e Resíduos da Madeira (ARM), tem vindo a efetuar para benefício da população.

Enquanto as restantes autarquias dispensam a cobrança de taxas municipais por se tratar de obras em benefício da população, a autarquia liderada por Paulo Cafôfo tem tido outro entendimento.

A ARM tem projetado um investimento de 1,2 milhões de euros para melhorar o regadio do Funchal; o pedido de isenção de taxas (mais de 100 mil euros, neste caso) deverá ficar outra vez sem resposta. "Em prejuízo dos agricultores", conclui a ARM.

Leia mais sobre este assunto, hoje, na edição impressa do JM.