CDU acusa CMF de incumprimento

O partido deslocou-se esta manhã ao Bairro de Santa Maria Maior onde abordou a resolução tomada a 16 de novembro em Assembleia Municipal. Na reunião tinha sido decidida a "suspensão imediata de todos os processos de atualização de processo/renda" daquele bairro, refere a CDU em comunicado enviado ao JM.

Através da deputada municipal Herlanda Amado, é considerado "inaceitável que a Câmara gerida por Paulo Cafôfo, não cumpra as decisões da Assembleia Municipal". Desta forma, o partido compromete-se a fazer uso "de todos os mecanismos ao nosso dispôr, para garantir que se cumpra a decisão deste Órgão".

Recorde-se que a Câmara Municipal do Funchal antes da resolução ter sido aprovada, tinha enviado aos moradores dos bairros socais do Município um aviso sobre a atualização das rendas. Segundo a CDU, a autarquia exerce pressão sobre os moradores, dizendo que "quem se atrasar na entrega dos documentos exigidos será concretizada a imediata aplicação da Renda Técnica".

O partido salienta ainda que repudia a "postura anti-democrática da Autarquia Funchalense, de total desrespeito pelo Órgão deliberativo e fiscalizador da Autarquia, que é a Assembleia Municipal".