Governo aprova ajuda de 111 mil euros para a Causa Social

O Conselho do Governo, reunido hoje em plenário, resolveu autorizar a celebração de um contrato-programa com a Causa Social – Associação para a Promoção da Cidadania, visando contribuir para o financiamento dos encargos com a contratação de pessoal de enfermagem a afetar à resposta social de estrutura residencial para pessoas idosas, no montante máximo de 111.199 euros.

Rubina Leal e Eduardo Jesus, secretários regionais da Inclusão e Assuntos Sociais e Economia, Turismo e Cultura, respetivamente, foram os porta-vozes da reunião, onde também foi decidido autorizar a celebração de um contrato-programa com a Casa do Voluntário, de modo a assegurar os diversos encargos, no valor de 57 mil euros.

O Conselho de Governo de hoje autorizou ainda a celebração de um protocolo de desenvolvimento e cooperação no âmbito da promoção e animação turísticas, no valor de 7.500 euros, com o Clube Naval do Seixal, tendo em vista a concretização do projeto/divulgação do destino Madeira denominado “Meeting Canyoning Madeira”, evento que decorre entre 6 e 11 de junho, ao mesmo tempo em que autorizou três expropriações amigáveis, no valor total de 20.985 euros, que abrangem dez beneficiários.

Autorizar a cessão, a título precário e oneroso, à Associação Regional de Triatlo da Madeira, de duas salas e uma arrecadação, localizadas no prédio urbano situado na Rua Carlos Cristóvão, freguesia e concelho de Machico, pelo valor mensal de 100 euros foi outra das deliberações, bem como a decisão de aprovar e aceitar a doação à Região de 29 obras da autoria da artista plástica Élia Maria Gonçalves Pereira Pimenta. Esta doação, que cumpre um desejo expresso da falecida artista, será formalizada no próximo dia 29 de abril.

Por fim, o Governo reunido em plenário autorizou a celebração de protocolos de desenvolvimento e cooperação cultural com a Associação Grupo de Teatro de Machico, Associação dos Amigos do Conservatório de Música da Madeira, Associação Cultural, Desportiva e Recreativa Avesso, Associação Companhia Contigo Teatro, Coro da Catedral, Associação Orfeão Madeirense e Associação de Teatro Amador do Livramento, cuja comparticipação financeira não excederá no valor total de 33.500 euros.

Alberto Pita