JM – Edição impressa: Obras adiadas para janeiro – Desporto: Marítimo muda para pior

Neste domingo, o JM faz manchete com a intervenção na Ribeira de Santa Luzia, abaixo da ponte do Bazar do Povo, que devia começar de imediato. No entanto, tudo foi adiado para não coincidir com a quadra natalícia. Já o Governo garante que o projeto mantém a Ponte D. Manuel, dá mais segurança à cidade e preserva as muralhas ao longo daqueles 190 metros. A página 7, informa que os trabalhos vão durar 10 meses e custam 3,7 milhões de euros.

Nas páginas 30 e 31, veja as 16 intervenções artísticas que dão nova vida à Rua dos Tanoeiros;

Destaque para a madeirense Isabel Camacho que fez, durante seis meses, voluntariado na Grécia e partilha com o JM uma experiência de vida, um assunto para ler na página 4;

Quanto ao CDS espera a redução de IRC. Apesar de acreditar que o Governo vai acolher a proposta de descida de 21 para 19%, na página 5, Rui Barreto diz que quer mais;

Conheça ainda alguns lugares de referência da poncha, com um roteiro que pode ser consultado nas páginas 10 e 11;

Um jornal, duas capas. No desporto, o Marítimo mudou para pior. É o que dizem as páginas 37 e 39, nas quais se lê que Cláudio Braga prescindiu da identidade ofensiva que havia prometido e optou por utilizar uma estratégia ultradefensiva que não evitou a derrota frente ao FC Porto. Note-se que já são oito jogos sem vencer e que o Marítimo perdeu o capitão Danny, expulso aos 82 minutos para o dérbi na Choupana, um assunto desenvolvido entre as páginas 37 e 39;

A página 36 faz referência a Cristiano Ronaldo, que fez assistência para o terceiro golo da Juventus, mas não marcou;

Saiba ainda que a ‘Clássica do Caminho dos Preto’ levou 22 automóveis a mais uma corrida das antigas, lê-se na página 32;

O JM leva até si estas e muitas outras notícias na edição impressa de hoje, já disponível nas bancas.