Caderno 8 da Reabilitação Urbana mostra prioridades da Calheta e do Funchal. Hoje, com o Jornal

Miguel Silva

O projeto do Paul do Mar e as zonas altas como prioridades da Câmara do Funchal estão entre as notícias de hoje do Caderno 8 da Reabilitação Urbana, que integra a edição impressa do Jornal. Mas há outras curiosidades e uma entrevista com o presidente do IDE.

São mais 16 págnas dedicadas a um tema cada vez mais atual: a Reabilitação Urbana volta a ganhar espaço na edição em papel do JM-Madeira. À medida de um caderno por mês, esta quarta-feira publicamos o Caderno 8. E a capa mostra pelo menos três novidades.

O destaque maior vai para o primeiro projeto aprovado pela Câmara da Calheta. Trata-se de um investimento privado para o centro do Paul do Mar que vai transformar um edifício degradado num aprazível espaço de alojamento local com oito quartos.

Também com destaque na capa desta edição JM está o compromisso da Câmara do Funchal em alargar as Áreas de Reabilitação Urbana. Depois do centro da cidade, em que foi pioneira, a CMF olha agora para as zonas altas. E das seis ou sete novas ARU's, pelo menos duas serão nas zonas altas, nomeadamente nas freguesias do Monte e de São Roque.

Saiba ainda que o Instrumento de Financiamento para a Reabilitação e Revitalização Urbanas vai estar no III Encontro dos Investidores da Diáspora, a meados de dezembro, em Penafiel, e que sugestões deixa o presidente do Instituto de Desenvolvimento Empresarial para quem quer investir na reabilitação na Madeira.

Neste Caderno 8, o Jornal mostra-lhe a importância da certificação energética, o papel determinante dos municípios e destaca 20 números relacionados com o IFRRU 2020. Tudo para ler em mais 16 páginas sobre Reabilitação Urbana