VIctor Prior acompanha, hoje, em Lisboa, evolução da tempestade Leslie

Carla Ribeiro

Victor Prior esta está manhã na sede do Instituto Português do Mar e da Atmosfera, onde acompanha a evolução da tempestade Leslie. A meio da manhã, deverá haver uma conferência via skype com o Serviço Regional de Proteção Civil mas, para já, o representante na Madeira do Observatório Meteorológico, diz que há uma grande indefinição relativamente à passagem ou não do furacão na Madeira,

"É muito cedo para fazer qualquer avaliação. Talvez ao meio-dia, tenhamos mais alguma coisa a dizer", adiantou, há pouco, ao JM, Victor Prior, que garantiu que a sua presença em Lisboa não foi propriamente por causa desta tempestade mas aproveitando passou pelo IPMA para recolher mais informações e estar em contacto com a Madeira. A última informação (de ontem à noite) era a de que tinha havido uma inflexão da tempestade e que a mesma não afetaria a Madeira. Contudo, "há sempre evoluções, pelo que esperamos mais algumas horas para adiantar pormenores". Vários modelos analisados dão informações diferentes pelo que a previsão do tempo torna-se mais fiável próximo do dia do acontecimento.