Lisboa vai pagar 132 milhões de euros para o novo hospital da Madeira

Agostinho Silva e Miguel Silva

Comunicado a que o JM teve acesso revela a posição do Conselho de Ministros sobre o novo hospital da Madeira.

"O Governo aprovou uma Resolução do Conselho de Ministros que assegura o apoio financeiro à construção e fiscalização da empreitada, bem como à aquisição de equipamento médico e hospitalar estrutural do futuro Hospital Central da Madeira. O referido apoio financeiro está de acordo com a programação prevista no quadro dos projetos plurianuais e é determinado em cooperação com o Governo da Região Autónoma da Madeira, no respeito pelo princípio da solidariedade nacional e nos termos da Lei das Finanças das Regiões Autónomas, salvaguardando o interesse público."

É nestes termos que o Conselho de Ministros determina o apoio concedido no âmbito dos Projetos de Interesse Comum (PIC), conforme foi decidido esta manhã em Lisboa e revelado em primeira mão pelo JM.

O mesmo comunicado acrescenta que "o apoio a prestar corresponde a 50% da despesa relativa à obra de construção do Hospital Central da Madeira, até um montante superior a € 132M, e será disponibilizado à medida que os trabalhos estejam em condições de ser pagos."