Costa falou com Cafôfo sobre o novo hospital

Agostinho Silva e Miguel Silva

O presidente da Câmara do Funchal e candidato do PS à Quinta Vigia já conversou hoje com o primeiro-ministro António Costa sobre o novo hospital. O JM sabe, junto de fonte do PS-M, que foi mesmo o próprio Costa quem disse a Cafôfo que a obra, que se transformou numa causa da Madeira, foi incluída como Projeto de Interesse Comum.

A decisão foi tomada esta manhã, em Lisboa, na reunião do Conselho de Ministros. Esse passo de incluir o novo hospital como Projeto de Interesse Comum (PIC) é considerado fundamental para que a Região possa garantir os apoios nacionais para a realização da obra, apoios esses que chegam a metade dos custos no que toca à construção e ao equipamento.

Esse passo foi hoje alcançado depois de muita pressão política ao longo de anos e meses. Recorde-se que o tema do novo hospital dominou a agenda política dos últimos anos na Madeira. Já este ano, as relações entre o Funchal e Lisboa fizeram lembrar os tempos do contencioso da autonomia, com o Governo Regional a exigir a obra e o próprio presidente da Câmara a revelar ao JM, em maio, que ia a Lisboa dar “um murro na mesa” a propósito de temas pendentes. O hospital era um deles.

Entretanto, sabe também o JM que o diálogo entre o presidente da Câmara do Funchal e candidato a presidente do Governo pelo PS-M foi intensificado nas últimas semanas. Segundo fonte socialista, além de António Costa, Paulo Cafôfo falou também com outros governantes nacionais diretamente envolvidos neste processo. Entre eles está o secretário de Estado da Saúde e o secretário de Estado do Orçamento.

Já em cima da data limite para essa indicação, Paulo Cafôfo soube pelo próprio primeiro-ministro que a questão estava resolvida, conforme revelou o JM ao fim da manhã desta quinta-feira na edição online.