Câmara de Machico "unânime" na solidariedade aos estivadores do Caniçal

Alberto Pita

A Câmara Municipal de Machico aprovou, por unanimidade, um voto de solidariedade para com a luta dos estivadores do Porto do Caniçal.

“A Câmara Municipal de Machico, na sua reunião ordinária do dia 20 de setembro de 2018, manifesta total solidariedade aos estivadores do Porto do Caniçal, pela sua luta em prol da igualdade de tratamento e da dignidade da sua atividade profissional, repudiando todas as ações que contribuam para a precarização da sua condição de trabalhadores, de acordo com o que é defensável por uma sociedade de valores e de princípios”, lê-se no voto de solidariedade, da autoria dos vereadores socialistas.

No texto, hoje divulgado, é recordada uma audiência recentemente concedida aos delegados do Sindicato dos Estivadores e da Atividade Logística (SEAL), na qual o município tomou conhecimento da “prática de vários atropelos aos direitos dos trabalhadores”, que desde o dia 13 de agosto iniciaram uma greve ao trabalho suplementar, “em defesa de valores fundamentais como são a livre opção sindical, a dignificação do exercício laboral e pela cessação das atitudes discriminatórias e de ameaças de que são alvo, numa clara violação de várias prerrogativas consagradas na Constituição Portuguesa”.

A este propósito, lê-se ainda, “constitui uma prática intolerável, seja por entidades patronais, grupos económicos ou outros, a não observância dos elementares direitos dos operários da estiva e demais profissionais que trabalham na atividade portuária, constituindo motivo de grave instabilidade e de degradação das suas condições de trabalho”.