Enfermeiros anunciam mais seis dias de greve

Cláudia Ornelas

Caso o Governo da República não apresente uma proposta que vá ao encontro dos princípios acordados com os sindicatos, os enfermeiros vão avançar para uma nova fase de luta que terá início a 10 de outubro.

O presidente do Sindicato dos Enfermeiros da Região Autónoma da Madeira, Juan Carvalho, informa ao JM que uma reunião entre o Governo e os sindicatos está agendada para o próximo dia 4 de outubro. A paralisação será desencadeada, ou não, consoante as conclusões desse encontro.

O SERAM sublinha o aumento da adesão ao segundo dia de greve, que foi de 73 pontos percentuais na parte da manhã e de 82% no período da tarde.

“Os enfermeiros entenderam a mensagem e que este é o momento de lutar pela resolução de graves problemas, como a revisão carreira, da grelha salarial, entre outros que estes profissionais vivenciam diariamente nos seu locais de trabalho”, concluiu Juan Carvalho.