Conteúdos informáticos lecionados no secundário estão «estagnados há 30 anos»

Susy Lobato

Luís Sousa, empresário da ACIN iCloud Solutions, considera que os conteúdos informáticos, atualmente lecionados no secundário, «estão obsoletos» e «estagnados há 30 anos».

Na sua opinião, «há um grande distanciamento entre aquilo que o mercado precisa e aquilo que as nossas universidades e as escolas ensinam».

«Acho que é um crime sujeitar jovens a um processo de formação daqueles, desatualizado, que acaba por desmotivar e, depois, levar os jovens para o desemprego», acrescentou a mesma fonte, lembrando que «na informática existe uma evolução muito grande todos os dias».

O empresário falava, esta tarde, no âmbito de uma visita da secretária regional da Inclusão e dos Assuntos Sociais às suas instalações, na Ribeira Brava, onde 30 engenheiros desempregados encontram-se a frequentar um curso de reconversão das suas licenciaturas na área das tecnologias da informação.

Um projeto do Instituto de Emprego da Madeira que, segundo Luís Sousa, «deve ser olhado com muita seriedade e medindo os seus resultados, pois poderá ser a solução para combater o desemprego».

«Estamos a lecionar aquilo que nós achamos que são as tendências do mercado», disse Luís Sousa, que vai contratar pelo menos sete engenheiros deste curso. «Vamos agora contratar sete, que são aqueles que se destacaram mais, mas podemos contratar todos porque, na verdade, precisamos de contratar 100 pessoas nesta área no imediato», transmitiu.

Frutos de um «projeto de sucesso» que Rubina Leal vê com bons olhos, já que «está a permitir reconverter, de forma inovadora, aqueles que têm competências superiores», enquadrando-os também no mercado de trabalho.

«60 mil euros foi quanto o Governo despendeu neste projeto em concreto (..) mas temos vários programas previstos», referiu a governante, congratulando-se com os formandos que já foram selecionados para trabalhar e iniciar a sua vida profissional na ACIN.