Anulados concursos da Câmara Municipal da Ponta do Sol

A decisão de anular os procedimentos concursais que pretendiam colocar 14 pessoas em funções para o quadro de pessoal do município teve lugar no dia de hoje durante a reunião da vereação.

A presidente Célia Pessegueiro sublinhou que a Ponta do Sol “não tem capacidade financeira” para assumir este encargo anual que rondaria os 250 mil euros, acrescentando que a entrada destes funcionários não iria satisfazer a necessidade dos municípios. Saliente-se que os concursos foram abertos por Rui Marques, antigo presidente da Câmara Municipal da Ponta do Sol.

A proposta de anulação foi aprovada pela maioria e apenas com um voto contra. Os votos a favor foram dos vereadores do PS e da vereadora do CDS/PP, sendo a abstenção esteve a cargo do PSD.

A autarca anunciou que, logo que possível, será lançado um concurso para vagas de operacionais para o exterior, em tarefas por exemplo de jardinagem, cartoneiros, limpeza urbana, recolha de lixo.