JM - Edição impressa: Luz verde para o hospital; Desporto: ERC não tem espaço para o RVM

A manchete desta sexta-feira informa que o Hospital Central do Funchal já é Projeto de Interesse Comum com o parecer do Conselho de Acompanhamento das Políticas Financeiras a ser aprovado ontem em Lisboa, por unanimidade. O JM acrescenta que até ao final de setembro, o Conselho de Ministros aprovará o financiamento necessário, lê-se na página 4;

Saiba ainda que o Funchal lança 30 fogos de habitação na Quinta Falcão, para ler na página 8;

O humanismo de Mandela está agora ‘cravado’ na Praça do Povo, refere a página 5;

Referência ainda para Alberto João Jardim que está de volta à Festa do Chão da Lagoa, informa a página 10;

Fique também informado sobre a Concessão da Pousada dos Vinháticos que termina em dezembro, garante a página 16;

Já a média de atropelamentos duplica e gera preocupação na Madeira, lê-se na página 11;

Um jornal, duas capas. No desporto, o Campeonato Europeu de Ralis (ERC) não tem espaço para o Rali Vinho Madeira, o que significa que tão cedo a Madeira não vai vibrar com os grandes bólides do ERC, conforme reforça Jean-Baptiste Ley, atual responsável pela prova, em declarações ao JM. “O nosso objetivo é ficar com oito eventos para 2010 e não ter dois ralis no mesmo país”, explica o dirigente francês notando que os Açores estão em vantagem também face à forte aposta do Arquipélago. Nesta edição, recorde todos os campeões da prova, nomeadamente os mais emblemáticos, nas páginas 32 e 33;

Já Ronaldo pagou 18,8 milhões ao fisco espanhol, diz a 38;

E a saúde de Sofia Setim ‘fecha a porta’ à alta competição, informa a 34;

JM leva até si estas e outras notícias que têm como palco a ilha da Madeira, para que fique informado sobre toda a atualidade. Já nas bancas.