Sete Sóis Sete Luas e M-ITI com projetos apoiados pela Europa Criativa

O Instituto de Tecnologias Interactivas da Madeira (M-ITI) e a associação cultural Sete Sóis Sete Luas terão projetos culturais apoiados pela Europa Criativa, com um total de 400 mil euros, revelou a União Europeia (UE).

Segundo a Europa Criativa, cada uma daquelas duas estruturas receberá 200 mil euros de financiamento para iniciativas culturais de pequena escala, no âmbito do Programa de Apoio a Projetos Europeus de Cooperação 2018.

Este programa tem um total de 41,5 milhões de euros (ME) de financiamento disponível para 101 projetos europeus, dos quais 84 são de pequena dimensão, e 17 de grande escala.

No que toca a projetos de pequena escala, tinham sido submetidos 13 propostas portuguesas, enquanto líderes de projeto, mas foram selecionadas apenas duas, do M-ITI e da associação Sete Sóis Sete Luas.

No entanto, há mais entidades portuguesas envolvidas neste programa de pequena escala, enquanto parceiras de outros projetos europeus: a Companhia de Dança de Almada, a associação Materiais Diversos, o município de Santa Maria da Feira, as associações ADM Estrela, Griot, DuplaCena e Curvaturva e a Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

Nos projetos de grande escala, Portugal tinha apresentado uma candidatura enquanto líder de projeto, mas não foi selecionada.

No entanto, há várias estruturas culturais portuguesas enquanto parceiras de outros projetos-líder, que beneficiarão de uma parcela de financiamento.

A Direção-Geral do Livro, Arquivos e Bibliotecas participará num projeto sobre gestão de arquivos, proposto pelo Ministério da Cultura de Espanha, com um total de 1,5 milhões de euros de financiamento.

A Culturgest estará envolvida num projeto liderado pela organização não-governamental Bunker, da Eslovénia, com um financiamento total de dois milhões de euros, e o Centro Cultural de Belém volta a estar envolvido no festival Big Bang (1,9 ME), uma ideia da organização belga Zonzo Compagnie.

A Artemrede - Teatro Associados estará ligada a dois projetos europeus de grande escala: o francês "Reshape" (598 mil euros) e o italiano "Be SpectACTive!" (dois milhões de euros).

A Fundação Calouste Gulbenkian e a editora Mapa das Ideias participarão num projeto sobre estratégias culturais (1,1 ME) da fundação italiana Fitzcarraldo, a associação cultural Anda&Fala estará envolvida no Festival der Regionen (um milhão de euros) da Áustria, e a CTL - Cultural Trend Lisbon participará no "European Music Market Accelerator" (1,5 ME), organizado pela francesa MAMA.