Secretaria Regional dos Equipamentos e Infraestruturas reage às declarações do PS

JM

A Secretaria Regional dos Equipamentos e Infraestruturas esclareceu hoje, através de um comunicado enviado às redações, as declarações do líder parlamentar do PS-M, a propósito dos prometidos apoios da República aos projetos decorrentes dos incêndios de 2016.

Na nota de imprensa, a Secretaria diz que, "nos seus habituais delírios de subserviência partidária a Lisboa, o líder do grupo parlamentar do PS/Madeira (Victor Freitas) continua a não olhar a meios, desde que seja para atacar o Governo Regional, mesmo com prejuízo dos interesses de madeirenses e porto-santenses" e acrescenta que, "nesta política do “vale tudo”, não há espinha dorsal que aguente tanto contorcionismo para justificar o que é absolutamente injustificável".

"Mesmo sem ter recebido um cêntimo das verbas prometidas pelo governo do Partido Socialista na sequência dos incêndios de 2016, o Governo Regional da Madeira cumpriu com a sua parte e já adjudicou a obra de 16 milhões de euros da construção do falso túnel na Ribeira de João Gomes e da consolidação da escarpa dos Viveiros, cujos trabalhos se iniciam, o mais tardar, na primeira quinzena de setembro. Sobre os restantes 16 milhões de euros, que estão dependentes dos projetos a apresentar pela Câmara Municipal do Funchal, é matéria que não compete ao Governo acompanhar, embora se registe o silêncio do líder do grupo parlamentar do PS-M, atestando conveniente amnésia política", pode ler-se na nota.