Governo garante que nível de amianto em escola do Porto Santo é zero

O Governo Regional da Madeira garantiu, esta terça-feira, que o nível de fibras de amianto no interior e entrada da cantina da Escola Secundária do Porto Santo é zero, como demonstraram as medições realizadas.

Na última semana, três funcionárias da Escola Secundária do Porto Santo terão sentido reações alérgicas e, posteriormente, se deslocado ao centro de saúde local, na sequência de uma inspeção realizada pela empresa que está a executar as obras da nova infraestrutura escolar.

Neste contexto, a Secretaria Regional dos Equipamentos e Infraestruturas (SREI), tutelada por Amílcar Gonçalves, informa que "as medições do nível de fibras de amianto no interior e entrada da cantina, executadas a 12 de julho, dia em que, efetivamente, foram removidas as placas de amianto, demonstram que o resultado calculado de frequência por cm3 é de 0,000".

"Independentemente da tentativa de aproveitamento político de alguns partidos", avança, em comunicado, a SREI assegura que a retirada de amianto "está a ser executada por uma empresa devidamente certificada para o efeito" e que esta "cumpre todos os requisitos e procedimentos aos quais está obrigada", não havendo por isso qualquer motivo para preocupação ou alarme.