Alunos da UMa participam na maior academia de inovação digital da Europa

O Santander Universidades proporciona a 120 estudantes de 20 instituições de ensino superior nacionais, entre elas a Universidade da Madeira, a participação na maior academia de inovação digital da Europa, a European Innovation Academy, que se realiza, em Cascais, entre 15 de julho e 3 de agosto.

São 50 bolsas atribuídas diretamente pelo Banco Santander, enquanto as restantes serão participadas pelas instituições de ensino superior parceiras do Santander Universidades. A segunda edição da EIA acolhe no total 500 jovens de 75 países para testarem as suas ideias de negócio.

Depois do sucesso do ano passado, o evento é focado agora nas tecnologias relacionadas com a Robótica e a Inteligência Artificial.

O programa de empreendedorismo da EIA tem a duração de 15 dias e conta com uma metodologia desenvolvida por representantes da Universidade de Berkeley, Universidade de Stanford e da Google.

Trata-se da forma mais rápida, em todo o mundo, para se testar uma ideia de negócio, na medida em que no período de três semanas os participantes seguem todos os passos para criarem a sua empresa – desde a ideia ao lançamento.

Em Portugal, o Santander Universidades e a Câmara Municipal de Cascais são os principais parceiros da EIA. Destaque para a Universidade do Porto e o Instituto Superior Técnico: cada uma das instituições traz mais de 20 alunos para competirem diretamente com jovens de UC Berkeley e U Michigan, entre outras instituições de grande prestígio internacional.

Marcos Soares Ribeiro, diretor-coordenador do Santander Universidades, afirma que “para nós, faz todo o sentido o apoio, pela segunda vez, à maior academia de inovação digital da Europa, a EIA, porque vai ao encontro daquilo em que acreditamos, ou seja, uma aposta clara na motivação do espírito empreendedor dos estudantes universitários portugueses”.

“Queremos estar na linha da frente na construção de uma nova atitude empreendedora. Precisamos trazer para dentro das nossas organizações, colaboradores com competências em inovação e desenvolvimento de novas ideias, mas que possam ser concretizadas”, acrescenta.

O Banco Santander Totta, através do programa Santander Universidades, assume o compromisso de promover as melhores práticas na resposta aos desafios da sociedade portuguesa, sendo já uma referência a nível nacional no que diz respeito à promoção do ensino superior.

Desde 2003, e no âmbito da sua Política de Envolvimento com a Comunidade, promove o apoio ao conhecimento e ensino superior.

O banco investe anualmente cerca de 7 milhões de euros na área de responsabilidade social e corporativa.

O Banco Santander, a empresa que mais investe no apoio à educação no mundo (Relatório Varkey/UNESCO – Fortune 500) mantém mais de 1.100 acordos de colaboração com universidades e instituições académicas de 21 países através do Santander Universidades e, através da rede Universia, agrupa mais de 1.300 instituições académicas ibero-americanas.

Saiba quais são as universidades portuguesas que estão presentes na EIA:

- Faculdade de Ciências Sociais e Humanas - Universidade Nova de Lisboa

- Faculdade de Ciência e Tecnologia - Universidade Nova de Lisboa

- Instituto Politécnico de Beja

- Instituto Politécnico do Cávado e do Ave

- Instituto Politécnico da Guarda

- Instituto Politécnico do Porto

- Instituto Politécnico de Setúbal

- Instituto Superior Técnico - Universidade de Lisboa

- ISMAI - Instituto Superior da Maia

- NOVA IMS - Universidade Nova de Lisboa

- NOVA SBE - Universidade Nova de Lisboa

- Universidade dos Açores

- Universidade Autónoma de Lisboa

- Universidade de Coimbra

- Universidade de Évora

- Universidade Europeia Universidade Lusíada

- Universidade da Madeira

- Universidade do Porto

- Universidade de Trás-os-Montes e Alto-Douro