Rui Barreto teme que a vinda da 'Leroy Merlin' encerre várias lojas do Funchal

O vereador do CDS na Câmara do Funchal solicitou esta quinta-feira à coligação Confiança acesso ao processo que se encontra em apreciação nos serviços municipais relacionado com o projecto de construção de uma área habitacional e de uma mega loja de materiais para a construção civil, na zona da antiga Prebel, na Nazaré, freguesia de São Martinho.

Rui Barreto teme que o mega projecto, caso venha a ser licenciado, possa vir a encerrar várias lojas comerciais que no Funchal se dedicam a este ramo de actividade e destruir postos de trabalho.

"Uma loja com 8.800 metros quadrados, a Leroy Merlin, obriga a pareceres vinculativos, nomeadamente do Governo Regional e da direção regional de Comércio e Indústria", afirma o vereador, referindo que, "o aspeto que mais quero salientar, é o facto de o licenciamento de uma loja com esta envergadura colocar em causa muitas empresas do setor e muitos postos de trabalho".

Em face da dimensão do projecto, Rui Barreto sugere à vereação Confiança a promoção de um debate público sobres este assunto específico, a exemplo do que acontece com os planos de urbanização ou de pormenor.

"Esta não pode ser um decisão leviana", refere, adiantando que esta "terá de ser uma decisão muito ponderada e estudada."