Quartel dos bombeiros de Santa Cruz será alvo de obras de beneficiação

Lúcia M. Silva

O presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz anunciou, no final desta manhã, decorrer da apresentação do Serviço de Transporte Municipal de Doentes não Urgentes, que o quartel dos bombeiros será alvo de obras de beneficiação, que vão passar pela construção de uma lavandaria, pelo arranjo das casas de banho e camaratas e ainda toda a pintura interna do edifício.

Segundo Filipe Sousa, estes trabalhos surgem no âmbito de outras intervenções já realizadas, como o arranjo da cobertura do quartel e a remodelação e modernização das salas de comunicações e comando.

Sobre o Serviço de Transporte Municipal de Doentes não Urgentes, o autarca explicou que este serviço "visa aproveitar meios físicos e humanos disponíveis, por forma a colmatar as conhecidas lacunas do SESARAM neste domínio, não pretendendo, contudo, estabelecer-se de forma regular e integral, mas sim de forma complementar aos serviços do género já existentes no âmbito do Serviço Regional de Saúde, sempre que estes se apresentem deficitários".

De acordo com a autarquia, é considerado Transporte de Doentes Não Urgentes "todo aquele que seja associado à realização de uma prestação de saúde e cuja origem e destino sejam os estabelecimentos que integram o Serviço Regional de Saúde, ou as entidades de natureza privada ou social com acordo, contrato ou convenção para a prestação de cuidados de saúde, nas seguintes situações: Transporte para consulta, internamento, cirurgia de ambulatório, tratamento e/ou exames complementares de diagnóstico e terapêutica".

Para além dos casos descritos, o município considera "estar em situação clínica incapacitante: o utente acamado, necessitado de transporte em isolamento, em cadeira de rodas por se encontrar impossibilitado de assegurar a marcha de forma autónoma, com dificuldade de orientação e ou inconveniência de locomoção na via pública e de modo próprio, devendo o transporte ser efetuado em ambulância".