Festival do Atlântico 2018: 'Orgulho Africano' promete magia nos céus da baía do Funchal

Depois da Áustria, chega a vez da África do Sul entrar em cena com o espetáculo piromusical intitulado 'Orgulho Africano', o segundo a integrar, este ano, o Concurso Internacional de Fogo de Artificio do Festival do Atlântico. Espetáculo que, conforme habitual, terá lugar pelas 22h30 deste sábado, dia 16 de junho, no molhe da Pontinha, enquanto homenagem e celebração das raízes africanas.

Antes deste Espetáculo, a Praça do Povo acolherá os já conhecidos Sunsets de Verão que acompanham este evento, numa programação que, excecionalmente, decorrerá apenas entre as 18h00 e as 21h00, para dar lugar às brilhantes atuações que integram e encerram, com chave de ouro, o Festival “Raízes do Atlântico”, com inicio pelas 21h00, com a Terra de Vera Cruz, por Vítor Sardinha, ao que segue, pelas 23h00, a esperada subida ao palco de Simone.

Um sábado em cheio é o que promete o Festival do Atlântico, neste seu segundo fim-de-semana, esperando-se que tanto residentes quanto turistas possam usufruir e participar, ativamente, neste programa que é, no seu todo, de entrada gratuita.

Recorde-se que, sendo organizado pelo Governo Regional, através da Secretaria Regional do Turismo e Cultura, este cartaz turístico integra, paralelamente aos espetáculos piromusicais, o Festival Raízes do Atlântico, a XXIX Edição da Feira do Pão Regional e a Semana Regional das Artes, além de contemplar, pela primeira vez e enquanto um dos seus pontos altos, os espetáculos de projeção em ecrã de água alusivos às Comemorações dos 600 Anos do Descobrimento das Ilhas, a terem lugar nos últimos dois fins-de-semana do mês de junho.

Acresce referir, por fim, que a empresa responsável pelo segundo espetáculo piromusical, a “Fireworks for Africa”, tem vindo a afirmar a sua qualidade em países como a Itália, Bélgica, Canadá, Inglaterra, Alemanha, Espanha, República Checa, Vietname, China, Estados Unidos da América e, também, em Portugal.