Mostra Canina realiza-se no Funchal a 30 de junho

Iolanda Chaves

A XIII Mostra Canina do Funchal realiza-se no próximo dia 30, a partir das 15h00, nos Jardins do Lido.


A iniciativa, promovida pela Câmara Municipal do Funchal e pela Frente MarFunchal, é organizada por José Carlos Gomes que espera uma boa adesão de participantes.
As inscrições, com um custo de 20 euros, decorrem até ao dia 25, no Hospital Veterinário da Madeira (Caminho de Santo António), Top Grooming (Caminho da Achada, 64), Clínica Vetnorte (São Vicente), Clínica Vetmadeira (Rua Pimenta Aguiar), Clínica Vetmédis (Rua Vale da Ajuda) e Clínica Vetfunchal (Calçada da Cabouqueira).
São admitidos todos os canídeos entre os quatro meses e os 10 anos de idade, de raça pura (com LOP ou RI) ou sem raça definida (os chamados rafeiros), possuidores de certificado de vacinas em dia.
O presidente da mesa e juiz da mostra será o arquiteto Rui Martins, juiz internacional do Clube Português de Canicultura, sendo o veterinário oficial da mostra o Hospital Veterinário da Madeira.
Haverá prémio de presença para todos os concorrentes; ao melhor exemplar de cada grupo (para cães de raçã pura); aos cinco melhores exemplares da mostra (cães de raça pura); aos três melhores exemplares de cachorros (até aos seis meses); aos três melhores exemplares jovem (dos 7 aos 15 meses) e aos três melhores exemplares veteranos (a partir dos 8 anos).
José Carlos Gomes, responsável pela organização desta mostra/concurso desde o primeiro momento, louva a autarquia pelo programa de esterilização de animais, algo de que é defensor.
A criação de dois canis intermunicipais (um na zona oeste e outra na zona este da ilha), para além do canil do Funchal, é outra medida que gostaria de ver concretizada, para dar resposta aos muitos cães errantes, vítimas de abandono e de calamidades que têm ocorrido na Região, como aconteceu com o 20 de fevereiro e com os incêndios florestais.
José Carlos Gomes espera conseguir reunir sete dezenas de cães, uma marca atingida em edições anteriores que no ano passado ficou abaixo das expetativas devido à sobreposição de eventos na data, nomeadamente o São João no Porto Santo.
Nelson Abreu, responsável pela Frente MarFunchal, considera esta mostra mais um motivo de atração da população aos Jardins do Lido e uma ação de sensibilização para o drama do abandono dos animais de estimação, no caso os cães, especialmente na época do verão.
À semelhança de outras edições, haverá possibilidade de adoções de cães no local graças à presença da Animad e do canil municipal no evento.