CMF aprova regulamento que dá vantagens a lojas históricas

Susy Lobato

A Câmara do Funchal aprovou hoje o regulamento referente às lojas históricas do Funchal que prevê uma série de benefícios para os lojistas. Vantagens que vão desde benefícios fiscais, apoio à recuperação das referidas lojas e ainda a atribuição do selo de qualidade da cidade do Funchal.

"O regulamento pretende estimular a recuperação de algumas lojas históricas através de possíveis candidaturas", explicou o vereador Bruno Martins, porta-voz da reunião de Câmara.
A autarquia decidiu ainda classificar as pontes históricas da baixa do Funchal como Monumentos de Interesse Municipal, nomeadamente a ponte de São Paulo, a ponte D. Manuel e a Ponte Nova.
Esta última também comentada pela vereadora Rubina Leal que não entende porquê que a CMF não levanta o embargo ao Governo Regional naquela zona. "A Câmara não está a agir de boa fé", disse a vereadora do PSD, lembrando que aquela obra parada "traz grandes constrangimentos para a população de todo o concelho e para os comerciantes da zona".