Recursos marinhos em destaque na Semana do Ambiente de Câmara de Lobos

Câmara de Lobos realizou hoje, no Museu de Imprensa da Madeira, uma conferência subordinada ao tema “Um Mar de Recursos”. A iniciativa abriu o programa de comemorações da Semana do Ambiente no concelho que decorrerá até ao próximo dia 10 de junho e que contará com diversas iniciativas de sensibilização ambiental.

A conferência “Um Mar de Recursos” contou com a participação de diversos oradores regionais e nacionais, com destaque para a intervenção da professora da Universidade Nova de Lisboa e coordenadora do projeto Marlisco, Paula Sobral.

A oradora destacou o impacto dos resíduos de plástico no ambiente marinho, referindo que “apenas 1% do lixo marinho flutua, sendo que o restante está no fundo do mar influenciando a biodiversidade e os ecossistemas. Só no ano 2010 foram cerca de 8 milhões de toneladas de lixo que foram indevidamente lançadas ao mar em todo o mundo, sendo que apenas 20% provém da pesca.” Neste momento o projeto europeu Marlisco tem vindo a desenvolver diversas ações de recolha de lixo no mar e de sensibilização dos pescadores para a entrega dos resíduos nos gestores certificados, salientou Paula Sobral.

Sob o tema "Clean Atlantic - Enfrentar o Lixo Marinho no Espaço Atlântico", João Monteiro, do MARE - Centro de Ciências do Mar e do Ambiente, destacou o projeto "Clean Atlântico", desenvolvido na Região em parceria com a DROTA, a ARDITI e a Observatório Oceanográfico da Madeira, que visa a identificação, de forma automática e com recurso a imagens aéreas provenientes de drones, de resíduos no oceano Atlântico.

De destacar ainda a intervenção de José Manuel Silva e Ilídio Sousa, que abordaram a temática dos geosítios, nomeadamente a Reserva Natural Marinha do Cabo Girão, tendo destaco a sua importância para a preservação das espécies e da biodiversidade, bem como para a valorização económica do território.

Neste primeiro dia da Semana do Ambiente, de salientar ainda a abertura da exposição "Vaivém Oceanário", que ficará patente na Praça da Autonomia até ao dia 10 de junho. De referir que entre 4 a 8 de junho as visitas ao “Vaivém Oceanário” serão dirigidas apenas às crianças das escolas do município de Câmara de Lobos. Nos dias 9 e 10 de junho, o vaivém poderá ser visitado, a título gratuito, por todos os interessados da Madeira, mediante pré-inscrição na página oficial da Câmara Municipal.

Ao longo desta semana, decorrerão outras atividades de educação e sensibilização ambiental, nomeadamente caminhadas e workshops dirigidas à comunidade escolar. Assim, no dia 6 de junho, os alunos das escolas do terceiro ciclo das escolas do concelho participarão numa caminhada na Levada do Norte, que visa a sensibilização para a prevenção da poluição dos recursos hídricos, dos percursos pedestres associados e respetivas consequências no mar e na orla costeira.

No dia 8 será promovida uma viagem marítima estudo à Área Protegida Cabo Girão, onde participarão alunos e pescadores de Câmara de Lobos.

Segundo a vice-presidente da Câmara, Sónia Pereira, a escolha do tema do mar e dos recursos marinhos para Semana do Ambiente tem como objetivo suscitar o debate “sobre as problemáticas ambientais relacionadas com os oceanos, e a sua relevância para o desenvolvimento sustentável, tendo em vista a preservação de um dos maiores recursos do concelho: o mar, que está intimamente ligado à sua economia e às suas gentes, constituindo uma extensão do próprio município.”

Por outro lado, é necessário “sensibilizar a população para uma correta gestão e utilização dos recursos marinhos, evidenciando todas as suas potencialidades, bem como alertar para os perigos inerentes em termos não só ambientais, mas também económicos e sociais, promovendo-se junto da população boas práticas e hábitos que visem a redução do lixo marinho, que constitui um flagelo na atualidade”, destacou Sónia Pereira.