PCP-Madeira solidário com luta dos médicos do Serviço Regional de Saúde

Carla Ribeiro

O PCP-Madeira saúda a luta dos médicos do Serviço Regional de Saúde, que se materializou com a realização de três dias de greve.

Os profissionais de saúde em greve apresentam um conjunto de reivindicações para dignificar a classe bem como garantir melhores condições de trabalho. Das 28 reivindicações apresentadas no pré-aviso de greve, os comunistas madeirenses destacam a recuperação do subsídio de insularidade para todos os trabalhadores médicos que exerçam a sua atividade laboral na Região Autónoma da Madeira, "reclamando-se, concomitantemente, o respeito pelo Governo Regional das normas de âmbito geral inerente ao enquadramento e desenvolvimento das carreiras médicas.”

O PCP-Madeira está solidário com as justas reivindicações dos trabalhadores em luta, reafirma o PCP-Madeira, pela voz de Ricardo Lume.