Greve no bloco operatório do Hospital Nélio Mendonça ronda os 83%

JM

De acordo com dados da delegação regional do Sindicato Independente dos Médicos, a greve dos médicos está a afetar o bloco operatório do Hospital Dr. Nélio Mendonça em 83%, o mesmo número que está a ser registado na neurologia.

Na ortopedia a greve chega aos 50% e na ginecologia 63%. A cirurgia plástica, a cirurgia pediátrica, bem como a consulta de oftalmologia, urologia e reabilitação estão nos 100% de adesão, enquanto na neurocirurgia não há médicos a fazerem greve.

Recorde-se que esta greve dos médicos vai já no terceiro dia (e último) e está a provocar a paralisação de várias unidades e da maioria dos blocos operatório, de todo o país, incluindo as regiões autónomas.

Os médicos pedem melhores condições de trabalho e contestam o “subfinanciamento da saúde”, alertando para a necessidade de investimento.

No primeiro dia de greve a paralisação dos médicos registou uma adesão entre os 85% e os 95%, segundo as estruturas sindicais.