PSD questiona a Câmara de Santa Cruz sobre custos de obras adicionais no Campo de Padel

O PSD questionou a Câmara Municipal de Santa Cruz (CMSC) sobre as obras adicionais realizadas no Campo de Padel do Caniço.

Através de comunicado, o partido referiu que o requerimento foi enviado hoje, quarta-feira, pelos deputados municipais sociais-democratas ao presidente da autarquia, que estranham o facto de passado meio ano após a conclusão da obra, o Campo de Padel não estar ao serviço da população.

Bruno Camacho, representante dos deputados do PSD, questiona porque foram necessárias as obras suplementares, quem as autorizou e qual o montante total gasto naquela infraestruturam, a bem da "transparência" e pelo "dever de o município" informar como aplica os dinheiros públicos.

"Sabe-se que houve trabalhos adicionais. Se há trabalhos a mais, quem os autorizou, em que montantes e em que é que consistiram?", questionou Bruno Camacho, continuando: "É estranho o Campo de Padel estar pronto há mais de cinco meses e ainda não estar ao serviço da população."

Por isso, no requerimento enviado ao presidente da CMSC, o representante solicitou esclarecimentos sobre a concessão do espaço, perguntando se o Campo de Padel será concessionado através de concurso público ou por ajuste direto.