‘Padre Manuel Álvares’ vence ‘Concurso de Curtas’ do ‘IncluEuropa’ 2018

Sofia Lacerda

A Escola Básica e Secundária Padre Manuel Álvares, na Ribeira Brava, foi a grande vencedora da segunda edição do ‘Concurso de Curtas-Metragens’, com o vídeo ‘The Heritage’, inserido no projeto educativo ‘IncluEuropa’.

O projeto desta escola foi coordenado pelas professoras Lília Pereira e Angelizabel Freitas, que orientaram nove alunos: Roberto Jardim, Verónica Sousa, Camila Jesus, Cristina Santos, Micaela Pereira, Élvio Capelinha, Matilde Pereira, Carolina Silva e Renato Pereira.

A ‘Padre Manuel Álvares’ optou pela ficção na ‘curta’ que apresentou, “uma vez que oferece aos alunos mais liberdade em termos de criatividade e capacidade imaginativa”, apostando “numa pequena história familiar que gira em torno de algumas tradições e costumes da nossa terra, enquadrada na União Europeia”, conforme já tinha explicado ao JM uma das coordenadoras, Angelizabel Freitas.

O anúncio da escola vencedora teve lugar esta tarde, na cerimónia de encerramento da edição 2018 do ‘IncluEuropa’, no auditório da Reitoria da Universidade da Madeira.

A iniciativa também pretendeu assinalar os vencedores do concurso ‘Olimpíadas da Europa’ - a Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos Dr. Horácio Bento de Gouveia, anunciada no passado dia 18 de abril.

Durante o evento foram visualizadas as curtas-metragens das 13 escolas concorrentes ao prémio final, este ano assente na temática ‘A nossa história, a nossa cultura’.

Anunciados os vencedores das ‘Curtas’, vão ser agora entregues os prémios aos primeiros classificados nas duas categorias: ‘Olimpíadas’ e ‘Curtas’.

O evento contou com a presença da eurodeputada Liliana Rodrigues e do secretário regional da Educação, Jorge Carvalho, já que esta é uma iniciativa criada pelo Gabinete da deputada ao Parlamento Europeu e pela Secretaria Regional de Educação.