Campanha ajuda idosos a protegerem-se das vendas "agressivas"

Iolanda Chaves

Um balcão de apoio aos consumidores vai percorrer várias localidades da Região, com o objetivo de fornecer informações e alertas aos mais idosos para melhor se protegeram perante as chamadas vendas “agressivas”, porta a porta ou por telefone, entre outras questões.

Esta iniciativa, da Secretaria Regional da Inclusão e Assuntos Sociais, através do Serviço de Defesa do Consumidor, começa em abril, nas freguesias de Santo António e do Caniço, localidades de onde, de acordo com Rubina Leal, têm chegado mais de queixas da parte da população sénior junto do Gabinete de Atendimento do Serviço de Defesa do Consumidor.

Alunos das universidades séniores Gonçalves Zarco, Câmara de Lobos e Machico, participaram na apresentação da campanha e tiveram acesso ao guia prático “Consuma com maturidade”, ao longo do qual estão descritas as várias situações que têm causado maiores dissabores aos consumidores, tais como, compras através do telefone e internet; celebração de contratos fora de estabelecimentos comerciais e fidelização nos contratos de comunicações eletrónicas.

“Cuidado com os burlões” que podem apresentar-se engravatados, uniformizados e bem falantes é um dos aspetos para os quais esta campanha alerta aos mais idosos, mas que valem para todos os cidadãos. Os cuidados a terem relativamente aos concursos televisivos através do “760” também são considerados, assim como o facto de os consumidores terem um prazo de 14 dias para cancelarem contratos de consumo.